Para onde vão as taxas no condomínio?

Em meio à crise econômica nem sempre recebemos bem os aumentos nas taxas condominiais e de outras taxas presentes nos condomínios. E às vezes a gente se pergunta para onde vai tanto dinheiro. Para não restar dúvidas a melhor forma é conversar com o responsável pelas contas, ou seja, com o síndico ou a empresa contratada para administrar o condomínio. Geralmente a conta é dividida na taxa fixa, que você paga todo o mês, e nas taxas extras que envolvem gastos com reparos emergenciais.

Como é feito o cálculo?

O valor da taxa de condomínio é determinado pela soma de todos os gastos do condomínio e dividido entre todos os condôminos. As principais despesas são chamadas de ordinárias, ou seja, as contas de rotina, como pagamento de funcionários, água, luz, gás e compra de material de limpeza.

Já as taxas extras devem sempre ser discutidas com os condôminos. Elas devem ser discriminadas no boleto de pagamento, detalhando cada gasto. E tudo deve ser discutido e votado com antecedência nas reuniões de condomínio ou em assembleias. Quando o aumento é apenas um repasse dos reajustes ocorridos nos impostos, o síndico não precisa da aprovação da assembleia, mas deve comunicar aos condôminos o acréscimo.

DICA MY COND:

Utilizando o My Cond você pode acompanhar todas as contas do seu condomínio. A aprovação das notas pelos responsáveis do pagamento agora pode ser feita pelo celular. Transparência e segurança é no My Cond!

 

Lise Lobo