CERTIFICADO DIGITAL: Entenda a importância

Obrigatório desde junho de 2013, a certificação digital ainda é desconhecida por alguns síndicos. O documento eletrônico é utilizado para comprovar quem está executando uma ação virtual, ou seja, é uma espécie de carteira de identidade eletrônica, pois possui o mesmo valor que um documento físico.

VEJA TAMBÉM: DICAS PARA ORGANIZAR A CONTABILIDADE DO CONDOMÍNIO

A certificação digital pode levar muita praticidade para a gestão condominial e permitir a realização de algumas transações com menos burocracia. O documento digital é imprescindível para conseguir encaminhar informações exigidas pela Receita Federal, Caixa Econômica Federal e Prefeituras.

Com a certificação eletrônica é possível garantir a identidade de uma instituição sem que um representante precise comparecer presencialmente, podendo fazer por celular ou computador.

COMO FAZER O CERTIFICADO DIGITAL?

O primeiro passo do síndico do condomínio é entrar em contato com uma Autoridade Certificadora (AC) ou Autoridade de Registro (AR) da região. São elas as responsáveis pela emissão dos certificados digitais, a exemplo da Caixa Econômica Federal, SERPRO, Certisign, entre outros.

O segundo passo é reunir as documentações exigidas que serão informadas pela entidade e pagar o valor para adquirir um certificado digital que pode variar entre R$ 290 a R$ 495.

VEJA TAMBÉM: 4 SERVIÇOS CONTÁBEIS IMPORTANTES PARA SEU CONDOMÍNIO

No último passo o síndico deve se dirigir ao AR e apresentar todos os documentos e realizar a expedição da assinatura eletrônica.

 BENEFÍCIOS DO CERTIFICADO DIGITAL

  • Possibilidade de assinatura de documentos de forma remota e mais ágil;
  • O condomínio vai ficar em dia com a legislação, graças a possibilidade de cumprir as obrigações fiscais de forma eletrônica;
  • Facilita a conferência das contribuições previdenciárias dos funcionários;
  • Mantem as informações e transações mais seguras evitando fraudes;
  • Reduz a quantidade de papel e custos em processos burocráticos