Cuidados importantes em piscinas de condomínios

Com a chegada do verão as piscinas nos condomínios passam a ser mais disputadas. Mas antes de aproveitar aquele banho prazeroso é importante ter certeza que a piscina do seu condomínio segue as normas de higienização e manutenção.

HIGIENE

Acima da estética e do conforto, a higienização é o fator mais importante para aliar lazer e saúde. Por isso mesmo existe legislação que define as normas de higienização das piscinas. A regularização deve ser feita junto à vigilância sanitária, por meio do Alvará Sanitário. A limpeza é realizada sobre dois aspectos, o físico e o químico.

MANUTENÇÃO

O tratamento pode ser realizado diariamente por um funcionário do edifício, desde que orientado por profissional. A norma solicita que a averiguação deve ser realizada a cada 15 ou 30 dias, o que depende da frequência de utilização, dimensão e situação da piscina.

Segundo a resolução, o cloro inserido na água – responsável por eliminar bactérias, fungos, algas e vírus – deve ser compreendido entre 0,8mg/l a 1,5 mg/l. Além desse processo, a limpeza física também deve ser feita sempre como escovação dos azulejos, peneiração e aspiração.

USUÁRIOS

A manutenção da piscina também depende dos usuários. Por isso é importante, por exemplo, utilizar filtro solares e bronzeadores na piscina de forma consciente, já que deixam a água suja e engordurada.

É preciso tomar cuidado também com a higiene pessoal. Micoses e doenças de pele podem ser transmitidas pela piscina. Antes de entrar, vá ao dermatologista e faça os exames.

 

Lise Lobo