Xô doenças! A importância da limpeza da caixa d’água em seu condomínio

Você sabia que a  água suja pode causar doenças sérias como Hepatite a, Leptospirose, Cólera e Febre Tifoide? Por isso precisamos ficar atentos a pureza da água que utilizamos em nossos condomínios. Segundo especialistas, as caixas d’água devem ser limpas pelo menos duas vezes ao ano, ou seja, de seis em seis meses. Será que seu condomínio faz essa limpeza? Fique de olho!

O síndico é o responsável por autorizar essa limpeza. Se algum condômino passar mal devido à má qualidade da água, ele pode ser acionado, inclusive judicialmente. Por isso você síndico também precisa estar atento.

Muitas vezes o condomínio entra em contato com empresas especializadas no assunto. Se esse for o caso, é preciso acompanhar o serviço. Veja abaixo pontos importantes que devem ser observados.

  • Estrutura externa do reservatório de água;
  • Fechamento da entrada de água;
  • Esvaziamento do reservatório;
  • Escovação das paredes internas e da tampa;
  • Remoção do lodo para evitar a entrada de sujeira nas tubulações;
  • Eliminação de toda a sujeira, inclusive manchas;
  • Enxágue com água e mais um esvaziamento;
  • Fechamento adequado do reservatório com lacre e cadeado, de modo a impedir a entrada de qualquer elemento estranho.

É importante destacar que a limpeza de caixa d’água evita ainda entupimentos causados por acumulo de sujeira no fundo da caixa. Uma caixa d’água limpa de forma incorreta ou inapropriada pode inferir em outros tipos diferentes de doenças o que manterá sua água contaminada e impura.