6 vantagens de ter um síndico profissional

A necessidade de um profissional capacitado para realizar mediações dentro de condomínios tem ampliado a busca pelo síndico profissional nesses espaços. Principalmente neste período pandêmico, quando os conflitos têm sido cada vez mais frequentes.

Para se ter uma ideia, dados divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis (ABADI), mostram que o número de reclamações entre vizinhos triplicou e continua em alta até hoje.  E a principal causa dos conflitos continua sendo os barulhos, como aqueles provenientes de obras, crianças brincando ou chorando, brigas, latido de cachorro, lives, entre outros.

Ou seja, em meio a todas as atribuições, os síndicos moradores, que nem sempre possuem essa veia para mediação, acabam não dando conta. Seria essa a hora de buscar a ajuda de um profissional? Vamos conhecer nesta postagem um pouco mais sobre as vantagens de um síndico profissional.

Gestão Profissional

O síndico profissional possui uma formação específica para a função, ou seja, ele trabalha visando eficiência na gestão do condomínio, e está preparado para planejar, por exemplo, a redução de custos e melhor aproveitamento do orçamento, aumentando assim o controle do fluxo de caixa.

LEIA TAMBÉM: Como contratar um síndico profissional

Diferente do síndico morador, ele dedica mais atenção e energia no cumprimento das atividades, afinal de contas, ele estudou para exercer esse cargo. E por essa razão possui habilidades qualificadas permitindo-lhe buscar orçamentos viáveis, renegociar contratos, além de possuir uma relação maior com profissionais de diversas áreas.

Impessoalidade

A impessoalidade é vista de formas distintas dentro do condomínio. Há quem enxergue como um ponto negativo, por preferir alguém que viva o cotidiano do espaço.

Mas, para especialistas, essa impessoalidade é muitas vezes fundamental em casos de conflitos, por exemplo, já que se não há ligação emocional com nenhuma das partes, fica mais fácil encontrar uma solução racional e justa do problema, sem que deixe sobressair vínculos afetivos.

Redução de Custos

Um profissional tem experiência com redução de custos, sem comprometer as características do condomínio, seja com negociação de contratos, otimização do material de limpeza, redução de inadimplência e o aperfeiçoamento na distribuição de atividades e do quadro de funcionários.

LEIA TAMBÉM: Quem pode ser síndico?

Esse trabalho demanda conhecimento, tempo e muita dedicação e, por isso, a importância da profissionalização, que oferece suporte 24 horas e avaliação periódica para alavancar as ações positivas e corrigir rotas quando necessário.  

Preservação e Valorização Patrimonial

Ao optar pela contratação profissionalizada, os condôminos têm ciência de que a função deste profissional é garantir que o patrimônio seja conservado e que as regras estabelecidas sejam cumpridas.

Transparência nas Finanças 

Por ser um prestador de serviços, é dever do síndico profissional prestar contas de todos os atos que são praticados, devendo também deixar o planejamento organizacional transparente durante a realização das assembleias.

LEIA TAMBÉM: Síndico capacitado! O melhor para a gestão

Perfil do síndico profissional

 O síndico profissional deve ter os seguintes conhecimentos: jurídico (nas áreas da legislação tributária, trabalhista), administrativo, contábil e financeiro.

Além disso, deve saber negociar, contratar, conhecer cálculos trabalhistas. Deve ainda ter conhecimento em folha de pagamento, cálculo de horas extras, questões de fundo de garantia, INSS, dentre outros.

Ou seja, o Síndico Profissional é um verdadeiro gestor/fiscal, que tem a capacidade de manter o condomínio em conformidade com o Código Civil, Convenção, Regulamento interno e as deliberações feitas em assembleias. São profissionais treinados e atualizados acerca das normas técnicas, legislação (inclusive trabalhista), a serem observadas nas esferas civil e criminal.