A importância de aplicativos condominiais para construtoras

A MyCond, empresa de gestão condominial, apresentou o seu produto para a grande construtora Tenda. Que aprovou a experiência.

“Foi um piloto de muito aprendizado. A plataforma MyCond oferece um diferencial de administração e gestão com excelência. O atendimento e a forma como é feito o amparo ao síndico, o amparo a construtora é muito bem trabalhado e tem um diferencial muito grande. Temos um longo caminho de atuação com a solução”, destacou Diego Maeda, Coordenador de Inovação Aberta na Construtora Tenda.

A apresentação fez parte do Beta-Testers, do programa de aceleração da Vedacit Labs, no qual a startup faz parte. A ideia é que as participantes apliquem seus projetos com o objetivo de validar a eficiência e a entrega, e foi o que a MyCond fez junto a Construtora Tenda.

LEIA TAMBÉM: MyCond está entre as 4 startups que serão aceleradas pela Vedacit Labs

Por isso, vamos entender nessa nova postagem, qual o papel da construtora dentro do condomínio e como um app condominial pode ser importante.

Relacionamento

Segundo a CEO MyCond, Ana Rita Oliveira, as construtoras têm um grande problema pós-venda, porque elas entregam o empreendimento e depois o síndico assume junto a administradora de condomínios e eles perdem o relacionamento junto à comunidade condominial.

E é nesse ponto que um aplicativo condominial pode fazer a diferença. Isso pode acontecer nas entregas dos apartamentos, feita já com a ferramenta disponível.

“Uma solução que não só vai ajudar os síndicos, principalmente os de primeira viagem, a gerir o condomínio, mas também vai garantir um relacionamento eterno entre a construtora e os novos moradores, porque todas as operações do condomínio são feitas através do app”, garante a CEO.

Papel da construtora na instalação do condomínio

Após as entrega das chaves a todos os condôminos pela construtora, chega a hora de instalar o condomínio. Para isso a construtora convoca a Assembleia de Constituição do Condomínio, onde são eleitos os representantes legais do novo empreendimento e se aprova uma previsão orçamentária para rateio das despesas do local.

Após essa assembleia o condomínio estará estabelecido, e já pode solicitar o número de inscrição no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), contratar funcionários, abrir conta bancária e então começar a gestão.

LEIA TAMBÉM: NEGÓCIO DIGITAL: Aplicativo Condominial cresce durante pandemia

 A equipe escolhida será responsável por colocar em funcionamento todos os equipamentos entregues pela construtora, sempre realizando as manutenções orientadas pelos manuais entregues pela empresa, como o Manual das Áreas Comuns, Programa de Manutenção Preventiva, entre outros. Caso contrário corre-se o risco de perder as garantias.

Principais itens que devem ser observados na entrega

Logo após a entrega, a construtora deve fazer um protocolo oficial junto ao síndico e conselho, para apresentar um inventário do mobiliário das áreas comuns, como: mesas, cadeiras, equipamentos da academia, eletrodomésticos, louças do salão de festas, entrega de chaves, entre outros.

Destaque ainda para a vistoria, que deve ser feita de forma detalhada pelo síndico com o acompanhamento do conselho na semana seguinte da entrega do empreendimento.

Com a entrega do Termo de Responsabilidade das áreas comuns pela construtora, o síndico tem a responsabilidade de notificar a construtora a fazer reparos quando verificados vícios referentes ao empreendimento. Caso ocorra dentro das unidades, a responsabilidade é do proprietário em se dirigir à construtora.

LEIA TAMBÉM: Clientes MyCond estão muito satisfeitos, aponta NPS

No ato de entrega também devem ser disponibilizados todas as documentações administrativas do condomínio. São elas:

  • Manual do Proprietário
  • Alvará de Construção
  • Auto de Conclusão
  • Auto de Vistoria de Corpo de Bombeiros (AVCB)
  • Selo dos extintores
  • Relatório de Inspeção dos elevadores com Anotação de Responsabilidade Técnica do engenheiro responsável
  • Sistema de Proteção a Descarga Atmosférica (SPDA)
  • Certificação de limpeza e análise química referente à limpeza dos reservatórios
  • Certificado de ensaios de pressurização em mangueiras
  • Notas fiscais de máquinas e equipamentos instalados para fins de garantia.

Documentação Técnica:

  • Projeto Aprovado
  • Projeto de Sondagem
  • Projetos de Fundações
  • Contenções, cortinas e arrimos
  • Projetos de Estruturas
  • Projeto de Instalações Prediais (Instalações Hidráulico Sanitárias e de água pluviais, instalações de gás, Instalações elétricas, de telefonia, e de para raios (SPDA) instalação de ar condicionado).