Passo a passo de como fazer uma reclamação no condomínio

A vida dentro de condomínios é sempre desafiadora e exige educação, bom senso, respeito e tolerância. Mas, por mais que sigamos em paz no convívio, em algum momento vamos nos deparar com algum problema que precisará ser reportado, a partir de uma reclamação.

A reclamação dentro de condomínios deve seguir algumas formalidades, tendo em vista que ela poderá ensejar a aplicação de alguma penalidade para outra pessoa.

Sendo assim, é preciso ter cautela e antes de formalizar qualquer tipo de reclamação e se certificar de que a conduta adotada pelo condômino é de fato uma infração.

LEIA TAMBÉM: Atenção na hora de usar o livro de ocorrências

Então, se você já se viu em alguma situação que demanda reclamação, mas não sabe como fazer, segue abaixo algumas dicas:

REGISTRE NO LIVRO DE OCORRÊNCIA

O Livro de Ocorrências é uma ferramenta utilizada para a comunicação do condomínio, no qual moradores e funcionários podem fazer as reclamações, mas também utilizar para propor melhorias e registrar qualquer fato que o síndico precisa tomar conhecimento.

Por se tratar de um documento de domínio público, o livro geralmente fica na portaria, ou aos cuidados do zelador. Mas, em alguns condomínios ele pode ser utilizado de forma online, através de aplicativos, a exemplo do MyCond.

Quando se tem uma reclamação dentro do condomínio. O registro no livro de ocorrência deve ser o primeiro passo.

REÚNA PROVAS

A sua reclamação pode ser reforçada ao comprovar o motivo da reclamação e o cometimento da infração. Por isso é importante reunir fotos, testemunhas, gravações, declarações de vizinhos, imagens do sistema de câmeras de monitoramento. Ou seja, tudo o que puder.

DETALHAMENTO

Uma boa reclamação também deve estar acompanhada de detalhes importantes. Então para evitar interpretações erradas ou confusões, especifique bem qual a unidade do infrator ou responsável por ele, o dia do fato, horário, local, nome do responsável pela segurança, vigilância ou portaria do condomínio.

LEIA TAMBÉM: Quando usar um abaixo-assinado no condomínio

Para deixar ainda mais detalhado é possível indicar nomes de eventuais testemunhas.

CONSTATANDO A OCORRÊNCIA

Após fazer o registro e reunir provas, outro passo importante é comunicar a administração para constatar a ocorrência da infração. Isso pode ser feito pelo vigilante, ronda, zelador, gestor predial ou qualquer outro empregado do condomínio.

Em caso de recusa por parte dos colaboradores, é importante que seja informado no livro de ocorrência.

COBRANÇA

Pode acontecer do síndico demorar para responder ao caso. Se isso acontecer, a cobrança também precisa ser feita pelo livro de ocorrência.

A depender do caso, se nenhuma providência for adotada, o síndico poderá ser considerado omisso.

O QUE NUNCA FAZER

  • Nunca acuse sem provas;
  • Jamais utilize palavras de baixo calão;
  • Não faça ameaças;
  • Não ofenda;
  • Nada de utilizar as redes sociais ou mensagens de WhatsApp para formalizar qualquer reclamação.