Principais erros cometidos pelos porteiros

A violência tem sido cada vez mais frequente dentro dos condomínios brasileiros. Todos os dias os jornais estampam casos de criminosos que arrombam e assaltam apartamentos. Mas onde é que os porteiros estão errando?

Os porteiros são os profissionais mais importantes para a segurança e o bom funcionamento de um condomínio. Por isso mesmo é importante que eles realizem o trabalho com excelência, evitando assim erros que possam comprometer a segurança de todos.

Quer saber se o porteiro contratado está exercendo o papel corretamente? Então fique de olho se ele comete os erros listados abaixo.

LEIA TAMBÉM: A importância dos porteiros em período de pandemia

Se distrair facilmente

Um dos maiores erros cometidos na portaria de um condomínio está ligado à distração excessiva resultante da falta de atenção dos profissionais.

Entre as maiores distrações dentro de uma portaria estão: televisão, tablet, jornais, telefone celular. É essencial que eles mantenham total atenção quando estão na portaria.

Hábitos como cochilar durante o expediente e se alongar em conversas com condôminos ou funcionários, também podem ser prejudiciais.

Estabelecer limites e eliminar outras distrações é um passo para manter o porteiro mais atento à sua atribuição.

O recomendado por especialistas é que na guarita só existam os televisores com as imagens das câmeras de segurança e que haja restrição do uso de aparelhos que possam atrapalhar a execução das funções.

Desviar de tarefas

Em muitos condomínios é comum flagrar porteiros realizando favores para moradores, como por exemplo, auxiliar com compras, manobrar carro na garagem e até entregar encomendas e delivery diretamente na porta das unidades.

LEIA TAMBÉM: Impacto do delivery nos condomínios durante a pandemia

Ações caracterizadas como desvio de função e apontadas por especialistas como um erro muito grave e que pode comprometer a segurança do local. Esses profissionais devem estar cientes da função que exercem e aprender a dizer sem medo “não” para moradores ou colegas que tentaram tirá-los do foco.

Assim como o porteiro deve estar atento aos seus deveres, é importante manter os moradores também cientes disso, para que não tentem usar o profissional como um ajudante de todos.

Autorizar entrada de visitantes sem identificação

Qualquer visitante deve ser registrado e anunciado, mesmo sendo aqueles que frequentam sempre o local.

O porteiro não deve nunca abrir exceções. É preciso sempre fazer a identificação e o registro dos horários de entrada e saída e andas no qual se destina. Em caso de algum incidente, essas informações podem ser determinantes.

Lembrando que essas informações devem ser concedidas por meio do interfone. Na hipótese da pessoa ser resistente à entrega destas informações, o porteiro deverá tomar providências de acordo com a orientação do treinamento.

Abrir a garagem sem a certeza de quem está no carro

Não basta reconhecer o carro para liberar o acesso, é importante ter o reconhecimento do morador. Por isso os porteiros precisam exigir que todos abram o vidro antes da liberação.

LEIA TAMBÉM: 4 erros graves que afetam a segurança do condomínio

Os protocolos devem ser respeitados por todos e o porteiro só deve liberar a entrada de veículos não cadastrados com autorização do morador que deve especificar o nome do visitante e as características do carro.

Deixar a portaria vazia

Em hipótese alguma a portaria deve ficar sozinha. Caso precise se ausentar por algum instante, o porteiro precisa solicitar a presença de algum colaborador da equipe. Garantindo assim a segurança do condomínio e a manutenção dos procedimentos fundamentais.

Se ausentar por desvio de função, como falamos acima, também é proibido.

Falar da rotina e informações particulares dos moradores

O porteiro deve zelar sempre pela discrição. Compartilhar informações privadas da vida dos moradores do prédio não é ético e não deve ser feito.

A postura adequada dos porteiros de condomínios é muito importante para o bom funcionamento da estrutura. Um porteiro que passa informações como horário de saída e chegada do morador, nome de pessoas que acessam o local, está cometendo um erro grave.

LEIA TAMBÉM: Portaria remota e a automatização dos condomínios

Permitir a entrada de entregadores

Esse também é um pecado cometido juntamente a alguns condôminos que solicitam a subida do entregador, o que deve ser evitado.

A encomenda deve ser entregue na portaria, onde deve permanecer até que alguém vá buscá-la. Ao menos que o regimento interno autorize a liberação, a culpa por qualquer problema será do porteiro.