Reforce a segurança do condomínio no período de férias

Fim de ano é período de férias escolares, feriados, momento em que muitas famílias se ausentam de seus lares. E é justamente nessas épocas de menor circulação de pessoas na cidade e imóveis vazios que a criminalidade aumenta.

Então, por isso mesmo, nesse período, a segurança do condomínio deve ser reforçada. E para ajudar nessa missão, abaixo destacamos dicas para você aplicar na rotina do prédio e torná-lo um lugar mais protegido e livre de ameaças.

Atenção a segurança

As câmeras de segurança devem estar posicionadas em pontos estratégicos e cobrindo os pontos cegos dos edifícios, principalmente onde há pouca ou nenhuma circulação de pessoas. É por aí onde os criminosos costumam invadir os locais.

LEIA TAMBÉM: Atenção na hora de instalar câmeras de segurança no condomínio

Então instale novas, ou altere de posição, as câmeras de segurança, permitindo que ela alcance esses pontos. Não esqueça também de deixar câmeras específicas ativas na maior parte do dia. Durante esse período, tenha mais alguns olhos espalhados pelo local, isso pode ajudar a detectar problemas com certa antecedência.

Invista ainda em sistemas de segurança como: cercas elétricas, alarmes, guaritas blindadas e iluminação com sensores infravermelhos são apenas algumas opções muito eficientes.

Invista em controle de acesso

Já que o fluxo de pessoas muda nesse período de fim de ano, com entrada de convidados para festejos, ou familiares de outras cidades de férias, ou até mesmo pessoas que alugam apartamentos por temporada, é preciso ter atenção ao controle de acesso do local, com esse “entra e sai” todo.

Pesquise no mercado, softwares de controle de acesso e aumente a segurança e a privacidade dos condôminos. O MyCond por exemplo, disponibiliza para seus clientes o que há de melhor na tecnologia de controle de acesso.

SAIBA MAIS – Vantagens de adotar um aplicativo de controle de acesso

Oriente os condôminos

Uma dica simples, mas mutas vezes deixada de lado. Por isso, faça diferente e mostre aos moradores a preocupação e o zelo pelo bem de todos.

Seja em uma assembleia, através de cartilhas ou por meio de avisos em elevadores e outras áreas de circulação, oriente-os sobre os procedimentos essenciais antes de viajar.

Peça ainda aos moradores, que durante o período de férias, eles suspendam a entrega de itens e outros produtos, como jornais e revistas. Caso não seja possível, guarde-os na portaria até o retorno dos moradores.

É preciso deixar ainda, um cadastro de visitantes autorizados em sua ausência, caso por exemplo, você peça a alguém para molhar plantas ou alimentar animais.

LEIA TAMBÉM: Especialista dá dicas de segurança para condomínios

No aviso lembre também aos moradores, a necessidade de verificar os registros de gás e água, para garantir que ambos estejam devidamente fechados e não haja nenhum incidente. Para se ter uma ideia, seguradoras estimam que o número de vazamentos e problemas elétricos aumente até 25%, nessa época de final e início de ano, porque as pessoas saem de casa sem fazer a manutenção ou desligar sistemas com risco de curto circuito.

Por fim, peça para o condômino avisar a ausência e data de retorno. Assim, poderá se suspeitar em caso de uma luz acesa ou visita inesperada. Os porteiros e zeladores também devem ser comunicados sobre a ausência. Isso evita o acesso de visitantes sem que tenha alguém na unidade.

Cadastre empresas terceirizadas

Monitore o acesso de empresas, prestadores de serviços e funcionários do condomínio. Faça o cadastro de todas as pessoas que têm esse acesso, com dados necessários para identificação deles. Dessa forma, você saberá quem está circulando pelas dependências do prédio.

LEIA TAMBÉM: Controle o acesso de prestadores de serviços em condomínios

Entre em contato com todos os parceiros, e peça as informações explicando sobre a nova política de segurança do local, para que o processo seja mais eficiente e fluido.

Lembrem-se, para entrar no condomíno uma das modalidades do bandido é vestir o uniforme de funcionário ou de alguma empresa prestadora de serviço. Entregadores de gás, encanadores e até funcionários de organizações de caridade são personagens também utilizados.

Cadastre veículos dos moradores

Antes de os condôminos viajarem, é essencial que eles notifiquem por escrito se deixarão ou não seus automóveis na garagem do prédio. Em caso positivo, faça um cadastro desses veículos, contendo todos os dados importantes, e avise a medida aos zeladores e porteiros.

Dessa maneira, caso seja notada alguma movimentação suspeita e seja percebida a saída de um carro do condomínio durante a ausência dos moradores, as medidas necessárias poderão ser tomadas.